Logo PPP

Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia

Projeto Veículo Leve sobre Trilhos (VLT)

O VLT, que vai substituir o atual Trem do Subúrbio, terá 18,5 quilômetros de extensão e 21 estações. Estão previstas intervenções em duas fases: a primeira, entre o Comércio e Plataforma, tem 9,4 km; a segunda, entre Plataforma e São Luiz, tem 9 km. O valor estimado é em torno de R$ 1,5 bilhão.

 

Conforme o projeto, os usuários do VLT estarão integrado às linhas 1 e 2 do metrô e aos roteiros do BRT (Transporte Rápido por Ônibus) metropolitano. A perspectiva é de beneficiar mais de 1,5 milhão de moradores do Subúrbio Ferroviário de Salvador.

 

Atualmente, a malha ferroviária que liga Paripe à Calçada é de 13,6 quilômetros – serão acrescentados 4,9 km, ligando São Tomé de Paripe ao Terminal da França, no Comércio. As atuais 10 estações serão desativadas e reaproveitadas para prestação de outros serviços à comunidade, como postos da Polícia Militar e centros de atendimento. Os equipamentos não serão utilizados para o VLT por causa das diferenças entre os modais.

 

O edital de chamamento para receber propostas de empresas interessadas no financiamento do Veículo Leve sobre Trilhos - VLT foi lançada em dezembro, em paralelo à Consulta Pública para uma Parceria Público Privada (PPP), destinada à construção e operação do VLT. A previsão é de início das obras em até 90 dias após a assinatura do contrato, com prazo para conclusão de 36 meses.